quinta-feira, 15 de setembro de 2011

I SEMINÁRIO INTERNACIONAL GÊNERO, SEXUALIDADE E MÍDIA:

OLHARES PLURAIS PARA O COTIDIANO
06 E 07 DE OUTUBRO DE 2011
UNESP - BAURU

 
PROMOÇÃO
- 
Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC/UNESP-Bauru)
- Departamento de Ciências Humanas (FAAC/UNESP – Bauru)
- Programa de Pós-graduação em Comunicação (FAAC/UNESP – Bauru)
- Departamento de Sociologia e Antropologia, Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC/UNESP- Marília)
- Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais (FFC/UNESP- Marília)
- Observatório de Segurança Pública da UNESP/CNPq e Observatório da Imprensa


O EVENTO
Na última década assistimos a um perceptível aumento de estudos na área de gênero e sexualidade no Brasil. Pesquisas realizadas em várias disciplinas têm apresentado temas e objetos diversificados, adensando o debate no nível teórico e metodológico. O mesmo interesse temático também é visível nos estudos sobre comunicação e mídia, terreno no qual as preocupações relativas à identidade, corpo, raça, na qual os estudos culturais têm aportado importantes contribuições teórico-metodológicas. Este contexto cambiante de ampliação numérica dos estudos e da visibilidade de novos sujeitos e culturas sexuais tem, por outro lado, demandado maior interlocução entre áreas próximas, exigindo intensificação do diálogo entre as ciências sociais e a comunicação social. 
No intuito de promover esse debate necessário, o I Seminário Gênero, Sexualidade e Mídia: olhares plurais para o cotidiano pretende proporcionar um espaço de produção, reflexão e troca, reunindo pesquisadoras e pesquisadores de diferentes áreas de conhecimento que utilizam do aporte teórico das ciências sociais, da teoria feminista e dos estudos culturais, entre outros, para pensar o lugar das relações de gênero e dos debates sobre sexualidades nas produções culturais contemporâneas.


Local: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação – FAAC/UNESP, Bauru –SP.
Período: 06 e 07 de outubro de 2011 
Carga Horária: 23 horas


COORDENAÇÃO GERAL
Prof. Dra. Larissa Pelúcio (Unesp- Bauru)
Prof. Dr. Luís Antônio Francisco de Souza (Unesp-Marília)


COMISSÃO ORGANIZADORA
Bóris Ribeiro de Magalhães (Unesp- Marília)
Larissa Pelúcio (Unesp- Bauru)
Luís Antônio Francisco de Souza (Unesp-Marília)
Thiago Teixeira Sabatine (Unesp-Marília)
José Carlos Marques (Unesp – Bauru)
Mauro de Souza Ventura (Unesp-Bauru)


COMITÊ CIENTÍFICO
Bóris Ribeiro de Magalhães (Unesp-Marília)
Larissa Pelúcio (Unesp-Bauru)
Luís Antônio Francisco de Souza (Unesp-Marília)
Richard Miskolci (UFSCar)
Thiago Teixeira Sabatine (Unesp-Marília)
Tiago Duque (Unicamp)
Lídia Maria Vianna Possas (Unesp-Marília)
Célio José Losnak (Unesp-Bauru)
José Carlos Marques (Unesp – Bauru)
Mauro de Souza Ventura (Unesp-Bauru)
Danilo Rothberg (Unesp-Bauru)


PÚBLICO ALVO
Pesquisadores, profissionais e estudiosos da área, estudantes de graduação, pós-graduação, e comunidade em geral.


ENVIO DE TRABALHOS
- data limite para inscrição de trabalhos (resumos e trabalhos completos): 
18 de setembro de 2011

- divulgação do resultado final do parecer em relação aos trabalhos submetidos à comissão científica: 
23 de setembro de 2011

Revista Temporalidades

Lançado edital da revista acadêmica Temporalidades. Trata-se de um periódico discente voltado para a área da História e vinculado à Universidade Federal de Minas Gerais

Para o sexto número será lançado o dossiê temático Ciências, Saúde e Historiografia para o qual serão aceitos artigos inéditos.

Para maiores informações sobre a revista Temporalidades e suas normas editoriais verifique o site www.fafich.ufmg.br/temporalidades. Só serão analisados artigos que estiverem estritamente dentro das normas estabelecidas pela revista.

Para o dossiê temático Ciências, Saúde e Historiografia, o prazo final de envio dos originais para o sexto número é 10 de novembro de 2011. A Revista continuará a receber artigos, resenhas e transcrições de documentos, em fluxo contínuo, para os próximos números.

Os textos devem ser enviados para o e-mail: temporalidades@gmail.com.

Revista Redescrições!

Com grande felicidade anunciamos o lançamento da nova edição da Revista Redescrições!

A nova edição (ano 3, número 1) pode ser acessada no link
http://www.gtpragmatismo.com.br/redescricoes/.

Os artigos publicados versam sobre o pragmatismo, o corpo, educação, meio-ambiente... 
Confira!

Aproveitando o ensejo, a Revista Redescrições aceitará artigos, resenhas e traduções. Até o dia 01 de novembro, para públicação em seu próximo número.

Sua contribuição pode ser enviada para 
redescricoes@gmail.com

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

I Semana de Audiovisual da UEG

Entre os dias 27 e 30 de setembro ocorre a primeira edição da Semana de Audiovisual - SAU. O evento será realizado na Unidade Universitária Goiânia-Laranjeiras da Universidade Estadual de Goiás.

A realização é do curso de Audiovisual da UEG. As inscrições para oficinas, minicursos, apresentação de trabalhos e inscrição de vídeos na mostra podem ser feitas pelo site: http://www.audiovisual.ueg.br/sau/

Curso de História da Arte



(67) 3326 1078 > (67) 9202 4095
rua inah cesar rosas, 8 > tayamã park
cep 79036 704 > campo grande-ms > Brasil




Segue um convite para um curso de História da Arte em meu novo ateliê!
O Curso tem como objetivo o enfoque especificamente de obras de museus famosos,
de fácil acesso a turistas e viajantes, investindo na construção de critérios de leitura para o entendimento de novas linguagens!

O ateliê convida  não só artistas, mas também, o público que não tem como prática discutir arte, a passar horas agradáveis pensando sobre processos criativos, História  da Arte e conceitos Contemporâneos que norteiam nosso cotidiano.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Destempos

Santo Agostinho dizia que o tempo resultava do movimento de todos os corpos Para Kant, o tempo, apesar de essencial, era destituído da realidade O mundo contemporâneo criou o tempo real. E também a falta de tempo (frases sobre o “tempo”, sem autoria, Google) .

A mostra "Destempos" dá continuidade à reflexão sobre questões relativas ao tempo, que Lenora de Barros vem desenvolvendo desde 2008, através de vídeos, fotografias e som. Segue uma descrição comentada sobre os trabalhos que serão exibidas a partir de 13 de agosto até 17 de setembro na Galeria Laura Marsiaj e no Anexo.

O vídeo "Tempinhos" inaugura a série de vídeos sobre o tempo, foi realizado em 2008. A obra mostra a artista manipulando uma pinça de relojoeiro e ponteiros minúsculos. Esse vídeo busca expressar “horas absurdas, non‐senses, im‐possíveis momentos” dentro da própria linha do tempo de ação da performance. A versão que apresentaremos na exposição será a mesma que mostrada na exposição Paralela, em 2010. Ela é sonorizada com um fragmento de 00:03", tocado em loop, a cada 5'. Esse som foi recortado de conversa entre Haroldo de Campos e Helio Oiticica, no Hotel Chelsea, em NYC, em 1971 (in Heliotapes). Será emitido no ambiente em volume baixo, sutil e "longínquo" ‐ no limite do audível.

Os outros 3 vídeos, "Destempos" (que dá título à exposição), "Extemporâneos" e "Para todo o sempre",  fazem parte das série LUGAR DE SEMPRE e foram realizados posteriormente (2010), usando os mesmos micro ponteiros; mas aqui, a sua movimentação se dá a partir da manipulação de um imã. Uma espécie de “desenho animado” onde os protagonistas são esses ponteiros em movimentação contínua, e em pontos inesperados do campo de ação da performance. Nesse caso, o tempo e a sua forma de movimentação é definido e controlado pela movimentação da pedra de imã sob eles – uma espécie de coreografia, de “dança das horas” se cria, e que inclui o domínio e controle do acaso durante toda a ação performática. As proporções e tamanhos desses ponteiros são incorporadas à próprio processo como elemento de linguagem – ou seja, os mesmos micro ponteiros, filmados em escalas de tamanho diferentes, geram resultados visuais que surpreendem pela diferença entre si, gerando ora um resultado acumulativo e caótico (Para todo sempre), ou um resultado radicalmente oposto, minimal, tal qual em Destempos e/ou Extemporâneos, onde pequenos grupos de ponteiros se movimentam de forma quase imperceptível sobre o fundo branco da tela.

Na instalação áudio‐visuasl "Quanto tempo o tempo tem", que será realizada no Anexo, Lenora propõe ao participante a audição, com headphones, de um texto re‐criado por ela a partir de um travalíngua popular, lembrança das brincadeiras infantis com sua mãe (“O tempo perguntou pro tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu pro tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.”). A idéia é criar um espaço bastante escuro, um ambiente mais cenográfico, com um foco de luz dirigido do teto para a cadeira de audição. Nesse ambiente, em uma das paredes, também será projetado o vídeo Para todo o sempre.

A idéia aqui, é “conduzir” o ouvinte num percurso áudio‐poético de cunho metalingüístico, que comenta o caráter enigmático do Tempo, e ao mesmo tempo os aspectos de nosso próprio tempo – o momento contemporâneo. A proposta como um todo é inserir o espectador /ouvinte numa atmosfera de lembranças: tempo da memória, tempo mítico, tempo íntimo.

Destempos
abertura: 13 ago > 12 às 16hs
visitação: 16 ago > 17 de set
terça > sexta: 10 às 19hs | sábado: 11 às 16hs

SIME – I SEMINÁRIO INTERNACIONAL MEMÓRIA E ESPORTE

O Centro Pró-Memória Hans Nobiling do Esporte Clube Pinheiros realizará nos dias 19 e 20 de setembro o I SEMINÁRIO INTERNACIONAL MEMÓRIA E ESPORTE.

O Seminário tem como objetivo mostrar um panorama do que acontece na área de preservação da memória esportiva, não apenas no Brasil, como em outros lugares do mundo. O evento conta com a participação de representantes dos museus do Barcelona da Espanha, do Boca Juniors da Argentina, do Museu do Futebol e de vários museus de Clubes brasileiros. O evento é gratuito e as inscrições são feitas através do site http://www.ecp.org.br/pro/proIE/index.html

quarta-feira, 20 de julho de 2011

I ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM MODA

Olá amigos e amigas,
 
Estão abertas as incrições para submissão de trabalhos (comunicação oral e posteres) no I ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM MODA a ser realizado em Goiânia/GO de 25 a 28 de outubro de 2011.
 

terça-feira, 12 de julho de 2011

1° CONGRESO LATINOAMERICANO DE EDUCACIÓN, JUEGO Y ARTE

"Recreación, un encuentro con sentido…"
8 Y 9 DE OCTUBRE DE 2011
CÓRDOBA, ARGENTINA
 
TALLERES, CURSOS, MESA PANEL, PONENCIAS, FERIA DE LIBROS, JUEGOS Y JUGUETES.
LUGAR: CAMINO AL CUADRADO KM 7, VALLE DE LA INMACULADA - SALSIPUEDES CORDOBA
ARGENTINA
http://www.valledelainmaculada.com.ar/

DESTINADO A PÚBLICO EN GENERAL. ESTUDIANTES, DOCENTES DE TODOS LOS NIVELES Y RAMAS DE LA EDUCACIÓN, CERTIFICADO CON PUNTAJE OFICIAL.

COSTO:  
$250 (HASTA EL 15 DE SEPTIEMBRE)
$350 (DESDE EL 15 DE SEPTIEMBRE EN ADELANTE)

CONTACTO: congresorecreacion2011@gmail.com
ORGANIZA RECREACIÓN Y EVENTOS/ LUDENS Productora de Entretenimientos: "ASOCIACIÓN A SERVICIO DE LA EDUCACIÓN SOL" /KUDEN RECREACIÓN / RYE

PRESENTACION DE PONENCIAS
El Comité Organizador invita a todos los interesados en participar de este espacio destinado a la presentación de experiencias y/o trabajos de investigación vinculados a los Ejes Temáticos del Congreso: Educación Juego y Arte.
 

REQUISITOS:
Los trabajos serán recibidos y seleccionados vía e-mail: congresorecreacion2011@gmail.com
FECHA DE PRESENTACIÓN: hasta el 15 de Septiembre inclusive.


PRESENTACION DE LOS TRABAJOS EN EL SIGUIENTE FORMATO:
1) Nombre y Título del trabajo.
2) Nombre de autor/a o autores/as
3) Institución, Organización o Grupo al que pertenece.
4) Correo electrónico.
5) Formato de Presentación: Resumen de hasta 10 páginas formato word, letra arial
12, interlineado sencillo. Citar Bibliografía.
6) Adjuntar currículum.
7) Una vez seleccionado el trabajo, el Comité Organizador solicitará la presentación
del mismo en Power Point.
 

Presentación en Ponencia ( Power Point )
Tiempo de exposición: hasta 15 minutos.
.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Novidades do Grupo Interartes

O Grupo Interartes está crescendo e aparecendo!

Além dos grupos já existentes foi criado um novo coletivo em Porto Alegre, o Interartes POA: Projeto Oréstia/ Às portas de... O grupo é formado por: Cassiano Fraga, Junior Grandi, Miguel Sisto Jr. e Patrícia Soso. Ele é parceiro da pesquisa desenvolvida com o curso de dança Licenciatura FEF-UFG.

Outro grupo formado é o Interartes-Dança, um grupo de estudos e grupo de produçao em dança dsesenvolvido junto aos alunos de graduação da FEF UFG; coordenaçao, direção e regência Prof. Dr. Marcio Pizarro Noronha.
interartes_dancaufg@googlegroups.com

Interartes em Uberlândia

Confira matéria completa publicada no Correio de Uberlândia sobre o evento promovido por Márcio Pizarro Noronha em Uberlêndia.

http://www.slideshare.net/grupointerartes/marcio-pizarro

Créditos:
fotografia - cleiton borges
jornal - correio de uberlandia
jornalista - Joao paulo feliciano (REVISTA - CORREIO DE UBERLANDIA)

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Interação de arte e urbanismo é tema de palestra

Confira matéria realizada pelo Correio de Uberlândia sobre a palestra que será dada por Márcio Pizarro Noronha.

 

Interação de arte e urbanismo é tema de palestra

Marcio Noronha é professor da Universidade Federal de Goiás
A definição básica para o que se chama intervenção urbana é: quando um espaço urbano – como ruas, praças e terrenos baldios – recebe algum tipo de manifestação artística. E esse será o tema da palestra “Processos de Criação e Intervenções Urbanas”, do Professor Doutor Marcio Pizarro Noronha da Universidade Federal de Goiás (UFG), a ser realizada hoje, às 19h30, no Teatro de Bolso do Mercado Municipal.
O evento, segundo o doutor em Antropologia e História da Arte, vai trazer contextualização histórica e falar sobre conceitos de intervenção urbana e suas novas configurações: a Transvenção e a Hipervenção. Para Marcio Pizarro o diferencial da arte da intervenção urbana está no enxergar além do convencional e do óbvio. “Você cria uma possibilidade de um mundo onde estamos saturados da mesmice, cria condições de visualizar o invisível”. Ele completa dizendo que a arte está oculta pelas próprias pessoas, devido ao fato de se acostumarem com o ambiente em que vivem.
Mas nem só atividades humanas sobre espaços urbanos são consideradas intervenções. Marcio afirma que o processo natural de deterioração ou até mesmo o desenvolvimento de uma vegetação em um muro, terreno ou rua pode vir a ser uma expressão artística, a partir de uma observação subjetiva do artista.

Serviço

A palestra “Processos de Criação e Intervenções Urbanas”, do Professor Doutor Marcio Pizarro Noronha, será realizada hoje, às 19h30, no Teatro de Bolso do Mercado Municipal. A entrada é franca. Informações: 3235-7790.
Curadoria
O Professor Doutor Marcio Pizarro Noronha é curador da exposição “M(E)(A)RCADO”, de Cintia Guimarães, que será aberta amanhã.

Transvenção e Hipervenção

Segundo o Professor Doutor Marcio Pizarro Noronha, a Transvenção se refere a obras de arte criadas com cunho publicitário, com foco não somente no resultado final. Desenvolvida a partir de espaços que por muitas vezes são negligenciados pelas pessoas. “Na Transvenção, a preocupação não é a arte em si, e sim usar o procedimento artístico”, disse ele, exemplificando com um artista que fez fotos de um terreno abandonado alterado naturalmente ao longo do tempo, e reproduziu o trabalho em outdoors.
Na Hipervenção, de acordo com Marcio, o ambiente se modifica, passa a ser virtual, e elementos do mundo eletrônico e cibernético dialogam com outras culturas, como é o caso da artista paulista Lúcia Leão. “Ela simula situações que vem da cultura de festas, trazendo a ideia do DJ em um cruzamento com as técnicas da dança oriental. Assim se obtém uma nova experiência”, afirma o professor.
Hoje, em Uberlândia, o professor Márcio Pizarro vai realizar uma palestra sobre Processos de Criação e Intervenções Urbanas.

Arte y crítica en tiempos de crisis

La segunda década del siglo XXI encuentra al arte, tanto en la praxis como en la reflexión, enfrentado a una complejidad social, política, cultural y tecnológica sin precedentes. El congreso abordará el estado del arte en el actual contexto local e internacional de crisis y planteará básicamente dos interrogantes: ¿Qué perspectivas y discursos adoptar en respuesta a las cambiantes relaciones entre arte, crítica y sociedad? ¿Cuál es el rol y la responsabilidad del crítico frente a la sociedad en la que vive y trabaja?
 
1. Ejes de la crisis
• Políticos / Éticos.
• Sociales / Económicos.
• Culturales / Artísticos.
• Crítica y medios.
2. Espacios de interacción / Campos de tensión
• Instituciones culturales (fundaciones, museos, galerías, bienales, etc).
• Prensa y otros medios.
• Debates públicos.
• Formas alternativas de interacción.
3. Espacios virtuales
• Nuevas tecnologías / Nuevas plataformas de comunicación.
• Nuevos lenguajes.
• Nuevas conductas.
CONGRESO: ASUNCION (Paraguay) - 16-20 OCTUBRE


DOMINGO 16 DE OCTUBRE
Llegada de los participantes

LUNES 17 DE OCTUBRE
9h00 – 13h00 Consejo de Administración, Sala de Reuniones, Hotel del Paraguay
15h00 – 17h00 Consejo de Administración (continuación), Sala de Reuniones, Hotel del Paraguay
18h00 Inscripciones / Acreditaciones, Hall Embajada Argentina
18h30 Apertura del Congreso, Auditorio de la Embajada Argentina
19h30 Conferencia Magistral, Auditório de la Embajada Argentina

MARTES 18 DE OCTUBRE
9h00 – 12h00 Mesas redondas, Auditorio de la Embajada Argentina
15h00 – 17h00 Disertaciones y debate, Auditorio de la Embajada Argentina
17h00 – 19h10 Ponencias, Auditorio de la Embajada Argentina
19h10 – 19h30Debate, Auditorio de la Embajada Argentina

MIÉRCOLES 19 DE OCTUBRE
9h00 – 12h00 Mesas redondas, Auditorio de la Embajada Argentina
15h00 – 17h00 Disertaciones y debate, Auditorio de la Embajada Argentina
17h00 – 19h10 Ponencias, Auditorio de la Embajada Argentina
19h10 – 19h30Acto de Clausura y Entrega del Primer Premio Internacional AICA por Contribución Distinguida en el Campo de la Crítica de Arte, Auditorio de la Embajada Argentina

JUEVES 20 DE OCTUBRE
9h00 – 12h30 Asamblea General, Auditorio de la Embajada Argentina
14h30 – 18h00 Asamblea General (segunda parte), Auditorio de la Embajada Argentina
19h00 Visitas a exposiciones

Este programa de actividades puede tener pequeñas modificaciones, que serán comunicadas con la anticipación debida. 

quarta-feira, 6 de julho de 2011

III ENGRUPEdança



No período de 18 a 20 de outubro de 2011, na cidade de Maringá-PR, estaremos realizando oIII ENGRUPEdança – Encontro Nacional de Grupos de Pesquisa em Dança, iniciativa da Rede de Cooperação de Pesquisa em Dança (CooperacDANÇA), constituída por Programas de Pós-Graduação e Graduação das seguintes instituições: UEM, UNESP, UFV, UNIRIO e  UFG. O evento encontra-se integrado ao CIPE – Congresso Internacional de Pedagogia do  Esporte (DEF/UEM) e conta com parceria da III Jornada Interartes – Outras Palavras  (DLE/UEM).

O objetivo do evento é potencializar a produção do conhecimento multidisciplinar que envolve, sobretudo, os campos da dança, da educação física, do teatro e da música, fomentando o  debate sobre essa produção, bem como sua disseminação. A realização desse Encontro  representa a possibilidade de fortalecer a Rede de Cooperação Acadêmica, agregando novos parceiros interessados em intensificar esforços para a consecução de conhecimento de ponta que possa alavancar o processo comunicativo no país e exterior, favorecendo o intercâmbio  em pesquisas e outras ações.

Poderão participar do III ENGRUPEdança membros de Grupos de Pesquisa certificados pelo CNPq, pesquisadores com vínculo institucional, bem como artistas pesquisadores  independentes, afinados com as reflexões sobre as dinâmicas de produção do conhecimento teórico-artístico em dança, teatro e suas interfaces, com ou sem apresentação de trabalhos.

O formato do Encontro será composto de Conferências, Mesas de Debate, Painéis e MostraCultural. As Conferências e a Mostra Cultural serão constituídas exclusivamente por profissionais convidados pela organização do evento. As Mesas de Debate serão destinadas apenas a pesquisadores que tenham seu grupo de pesquisa cadastrado no Diretório de  Grupos do CNPq. Para os Painéis, poderão participar estudantes de graduação,  pós-graduação, pesquisadores ou profissionais de modo geral, com ou sem vínculo com Grupos de Pesquisa cadastrados no CNPq.

Cada participante poderá ser autor e/ou co-autor de, no máximo, 2 (dois) trabalhos por modalidade, devendo enviá-los até 31/08 para engrupedancauem@yahoo.com.br, juntamentecom a ficha de inscrição. As normas de submissão de trabalhos serão divulgadas em breve. As inscrições serão gratuitas.

Coordenação geral do evento
Secretaria - Comitê Organizador
III ENGRUPEdança Dilemas e Desafios 
E-mail: engrupedancauem@yahoo.com.br

A seguir vão a ficha de inscrição, as normas para apresentação de trabalhos e a programação do Engrupe:


http://www.slideshare.net/grupointerartes/ficha-inscrioengrup-edana1

http://www.slideshare.net/grupointerartes/exemplo-formataotextoengrup-edana1


http://www.slideshare.net/grupointerartes/programao-engrup-edana1

terça-feira, 5 de julho de 2011

Caderno de feira, bloco de notas, fragmento filosófico, aforisma



Nossa colaboradora, a fotógrafa Cíntia Guimarães realiza exposição fotográfica no Loft da Imagem Studio Cíntia Guimarães na cidade de Uberlândia, na quinta-feira, dia 8 de julho. Com o título "Caderno de feira, bloco de notas, fragmento filosófico, aforisma: MERCADO / MARCADO: M(E)(A)RCADO: Encontro m(e)rcado. Intervenção-instalação fotográfica de Cintia Guimarães". A exposição terá curadoria e texto de Márcio Pizarro.






Confira o texto completo da exposição no link:
http://www.slideshare.net/grupointerartes/mercado-mercado1


No mesmo local, hoje, dia 5 de julho, o cordenador do Interartes vai coordenar o debate "Fotografia, Performance e Arte".

I SEMANA DE HISTÓRIA DO IFG

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA COMUNICAÇÃO NA I SEMANA DE HISTÓRIA DO IFG. SEGUEM ABAIXO OS 11 SIMPÓSIOS TEMÁTICOS. AS INSCRIÇÕES SÃO GRATUITAS.


I SEMANA DE HISTÓRIA DO IFG

"HISTÓRIA, TRABALHO E EDUCAÇÃO"
4 a 7 de outubro de 2011 - IFG/Campus Goiânia



Simpósio Temático 1 : HISTÓRIA E RELAÇÕES SOCIAIS DE SEXO/GÊNERO

Hugo Leonnardo Cassimiro

Mestrando em Sociologia/UFG


Simpósio Temático 2: O TRABALHO COMPULSÓRIO E AS SOCIEDADES ESCRAVISTAS

Ms. Dirceu Marchini Neto

Doutorando em História/UnB


Simpósio temático 3: TEORIA HISTÓRICA E PRÁTICA PEDAGÓGIVA: PERSPECTIVAS E DESAFIOS NA DIDÁTICA DO ENSINO DE HISTÓRIA


Ms. Sandra Maria de Oliveira

Doutoranda em Sociologia/UFG – Secretaria de Estado da Educação/Goiás

Rodrigo Augusto Leão Camilo

Mestrando em Sociologia/UFG 


 
Simpósio Temático 4: HISTÓRIA E HISTORIADORES

Ms. Luciano dos Santos

Professor do IFG /Inhumas

Ms. Paulo Henrique Castanheira Vasconcelos

Doutorando em História/UnB – Professor do IFG/Inhumas


Simpósio Temático 5: HISTÓRIA E MÍDIA: CULTURA E POLÍTICA NA IMPRENSA

Ms. RODOLFO FIORUCCI

Doutorando em Histíoria/UFG

Professor do IFG/Anápolis
 


Simpósio Temático 6: HISTÓRIA, MARXISMO E AUTOGESTÃO

Ms. Edmilson Ferreira Marques

Professor da UEG/Anápolis e Uruaçu;

Doutorando em História/UFG

Dr. Cleito Pereira dos Santos

Professor da UFG/Ciências Sociais


Simpósio Temático 7: HISTÓRIA, MOVIMENTOS SOCIAIS E EDUCAÇÃO NO CAMPO

Paulo Sérgio Castanheide Ferreira

Dr. Valtuir Moreira da Silva


Professor da UEG-Itapuranga

 

Simpósio Temático 8: ARTE, HISTÓRIA E CULTURA

Profª Drª Luciana Gomes Ribeiro

Professora do IFG/Goiânia

Prof. Ms. Júlio César dos Santos


Professor do IFG/Goiânia

 

Simpósio Temático 9: A DIDÁTICA DA HISTÓRIA

Dr. Rafael Saddi Teixeira

Professor da UFG

Ms. Rodrigo Oliveira Marquez


Professor do IFG/Goiânia


Simpósio Temático 10: HISTÓRIA DO PENSAMENTO OCIDENTAL CONTEMPORÂNEO

Ms. Iarle Ferreira

Doutoranda em Filosofia/UNISINOS - Professora do IFG


Simpósio Temático 11: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DE SURDOS E MUDOS NO MUNDO

Soraya Bianca Reis Duarte (IFG)

Sofia Oliveira Pereira dos Anjos Coimbra da Silva (IFG)

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Dica de Teatro

Li es de motim.jpg
03/07 [domingo] - Espetáculo: Lições de Motim, com texto de Hugo Zorzetti, direção de Constantino Isidoro e atuação de Liomar Veloso e Renata Caetano - 20h
Grupo: Anthropos Companhia de Arte
Sinopse: A cidade está viva, não obstante a noite madura. Numa residência modesta de uma pensionista, o destino prepara um ardil para um visitante odioso: um ladrão costumeiro, velho conhecido da pobre viúva. Uma presença sem cara, mas materializada nas perdas quase que diárias dos poucos e modestos bens que, como mágica, pulam o seu muro. Agora, ali, preso em uma janela, indefeso, humilhado, o marginal, antes sem cara, sofre com os estratagemas inteligentes e impiedosos da sua vítima.  
Entrada franca

05/07 [terça] – Apresentação da Orquestra Sinfônica de Goiânia, em homenagem ao Batismo Cultural de Goiânia - 20h
Regência: Joaquim Jayme
Entrada franca

07 e 08/07 [quinta e sexta] - Espetáculo: Cabaré das Donzelas Inocentes, com texto de Sérgio Maggio e direção de Murillo Grossi e William Ferreira - 19h e 21h
Elenco: Catarina Accioly, Carmen Moretzsohn, Adriana Lodi e Bidô Galvão
Sinopse: A peça narra o convívio de quatro mulheres que habitam um bordel, onde não entra mais nenhum homem. Aos poucos, elas desfiam lembranças, que misturam dores e prazeres, num texto resultante de uma pesquisa de 11 anos do dramaturgo e jornalista Sérgio Maggio, que lhe rendeu o Prêmio Jabuti 2010, pelo livro Conversas de Cafetinas, na categoria Reportagem. A apresentação do dia 07/07 (21h) será seguida de debate, com o autor, no qual serão convidados agentes de saúde e profissionais do sexo.
Classificação etária: 16 anos
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).
Cabar 1.jpg
Inoxid1.jpg
09/07 [sábado] – Espetáculo: Os Inoxidáveis no Mundo das Crianças – 21h
Grupo: Os Inoxidáveis
Sinopse: Com o espetáculo “Os Inoxidáveis no Mundo das Crianças”, o grupo mantém sua tradição de satirizar costumes da vida cotidiana e de personagens aparentemente comuns, que fazem parte do coletivo popular, mas que, ao lance de um olhar mais apurado, revelam-se preciosos materiais para o humor. Dentre eles, encontra-se uma pré-adolescente rebelde, cuja filosofia de vida baseia-se nos “achados” da (vá lá) cantora Kelly Key, a consternação de uma mãe ao se deparar com as perguntas nada convencionais de seu inocente filho, a estilista de grande renome Edna (do desenho da Disney “Os Incríveis”) se desdobrando para achar tempo em sua concorridíssima agenda, após o sucesso repentino, e um casal, cuja diversão parece casar-se e separar-se com a fluidez de quem troca de roupa (carregando filhos e enteados pelo caminho, já que confusão nunca é demais).
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Foto: Gilson P. Borges

10/07 [domingo] – Espetáculo: Romeu e Julieta – 17h
Grupo: Grupo de Teatro Arte Educação
Sinopse: Inspirada na eterna história de amor do grande dramaturgo Willian Shakespeare, esta adaptação de Samuel Baldani, que também assina a direção, procura associar os elementos da nossa cultura popular. Nela, os espectadores poderão encontrar traços destas manifestações na música, no cenário, nos figurinos e na atuação e gestos das personagens.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Local: Teatro SESI, Av. João Leite, nº 1.013, Setor Santa Genoveva (ao lado do Clube Antônio Ferreira Pacheco)
Telefone: (62) 3219-1307/ www.teatrosesi.com.br.

Dica de Exposição

O Museu de Arte de Goiânia (MAG) convida para exposição com os artistas Pereira V. R. e Tatiana Fecchio. Pereira V. R. apresenta painéis (foto) realizados com fotografia digital, que são o resultado de uma pesquisa sobre a estética dos desejos humanos. Já a exposição “Espaço em reflexo”, da artista Tatiana Fecchio, reúne vinte fotografias, realizadas na cidade histórica de Santana de Parnaíba (SP), que discutem a percepção da realidade mediada no cotidiano por inúmeros filtros perceptivos.



Abertura: 5 de julho, terça-feira, às 20h
Visitação: 6 de julho a 5 de agosto, de terça a sexta-feira, das 8h30 às 17h30, e sábados,  domingos e feriados, das 10h às 17h.
Local: Sala de Exposição Amaury Menezes, Rua 1, n. 605, Bosque dos Buritis, Setor Oeste.
Agendamento: (62) 3524-1196
Entrada franca

Dica de Exposição

O Museu de Arte de Goiânia (MAG) convida para individuais simultâneas com as artistas Alice Ricci, Karina Zen, Roberta Tassinari e Vula, que apresentam trabalhos com temas e linguagens diversificadas, envolvendo questões relacionadas à sociedade de consumo, natureza da imagem, espaço pictórico e, também, à tridimensionalidade no desenho.
A instalação de Alice Ricci trata de questões sobre o universo de consumo, reunindo embalagens em preto e branco de produtos e mercadorias que tiveram sua cor comercial alterada. As fotografias de Karina Zen apresentam retratos feitos pela artista de imagens de arte sacra de um museu (foto). Roberta Tassinari explora o espaço expositivo também como espacialidade da pintura, criando diálogos entre a estrutura arquitetônica e a pintura, ao aplicar, diretamente sobre a superfície parietal, massas de cor que escorrem, deixando veladuras, ao atingirem o solo. Vula apresenta uma série com desenhos tridimensionais, onde a artista manipula as folhas de papel, instalando-as em formas cônicas e retangulares.  



Abertura: 5 de julho, terça-feira, às 20h
Visitação: 6 a 31 de julho, de terça a sexta-feira, das 8h30 às 17h30, e sábados,  domingos e feriados, das 10h às 17h.
Local: Sala de Exposição Reinaldo Barbalho, Rua 1, n. 605, Bosque dos Buritis, Setor Oeste.
Agendamento: (62) 3524-1196
Entrada franca

Dica de Música

O Sesc Goiás convida para o Projeto Sonora Brasil, Circuito 2011/2012, com o grupo Comitiva de São Benedito da Marujada de Bragança (PA).



Cidade: Goiânia
Data: 07/07
Horário: 20h
Local: Auditório do Centro Educacional Sesc Cidadania, Rua C-197, esq. c/ Av. C-198 e Rua C-224, Jardim América.
Ingresso: 2 caixas de leite longa vida. Os ingressos devem ser retirados com antecedência em qualquer unidade do Sesc.
Informações: 3221-0693/0697.

Cidade: Anápolis
Data: 08/07
Horário: 20h
Local: Auditório do Sesc, Av. Santos Dumont, Bairro Jundiaí.
Ingresso: 2 caixas de leite longa vida. Os ingressos devem ser retirados com antecedência no Sesc Anápolis.
Informações: 3902-6901/6915.

Dica de Teatro

Projeto Palco Giratório

05/07 [terça] - Espetáculo: O Dragão - 20h30
Grupo: Cia. Amok Teatro (RJ)
Sinopse: O Dragão é um espetáculo sobre o diálogo e a paz, sobre a possibilidade de encontrar, atrás da crueldade e da violência, uma real humanidade.
Ingresso: R$ 10,00 (inteira), R$ 5,00 (meia), R$ 2,00 (comerciários e dependentes)
Local: Teatro Madre Esperança Garrido - Colégio Santo Agostinho, Av. Contorno, n. 63, Centro (em frente ao Mutirama).
Foto: Divulgação

06/07 [quarta] - Workshop: Treinamento “Coro e Corifeu” – Preparação para Criação - 08 às 19h
Ingresso: 2 caixas de leite longa vida.
Local: Sesc Rua 19, Centro.

07/07 [quinta] - Espetáculo: Cartas de Rodez - 20h30
Grupo: Cia. Amok Teatro (RJ)
Sinopse: O espetáculo compõe-se de uma seleção de cartas do ator, poeta e dramaturgo francês Antonin Artaud ao seu psiquiatra, compondo um diálogo desesperado, não só com o médico, mas com toda a sociedade.
Ingresso: R$ 10,00 (inteira), R$ 5,00 (meia), R$ 2,00 (comerciários e dependentes)
Local: Teatro Madre Esperança Garrido - Colégio Santo Agostinho, Av. Contorno, n. 63, Centro (em frente ao Mutirama).
Foto: Divulgação

Informações: (62) 3221-0693/0697.
Cartas.jpg

Estréia dos Vídeos do Grupo Vida Seca

No dia 8 de junho de 2011, as 9 horas da noite, no Martim Cererê, estreiam os vídeos do Vida Seca: Lixo Ritmado, Batuque reciclado e Cotidiano Cão.




Pra dar gostinho, uma pitada do processo:http://www.youtube.com/watch?v=_SsAXJ07gI8&feature=youtu.be

sábado, 2 de julho de 2011

Dica de Cinema

Durante as férias de julho, o público que frequenta o Cinema do Goiânia Ouro poderá assistir a uma retrospectiva com filmes de Werner Herzog e ainda filmes de ficção Alemã. Essa programação ficará em cartaz de 2 a 31 de julho de 2011.

O mesmo filme fica em cartaz por dois ou três dias e pode ser visto em três sessões com horários diferentes. Uma ao meio dia e meia, outra às 3 horas da tarde e, para fechar, uma às 8 da noite. Os horários foram pensados para encaixar na rotina do maior número de pessoas possível.




Programação
Dias 02 e 03

- Sobre W. Herzog

Dia 02
-
Sou o que são meus filmes - Parte 1. Direção: Christian Weisenborn, Erwin Keusch, colorido, 93 min.
- Werner Herzog - Retrato de um Diretor. Direção: Werner Herzog, colorido, 30 min.

Dia 03 

- Até o Fim - E Além. Direção: Peter Buchka, 60 min., colorido.
-  Sou o que são meus filmes - Parte 2 - 30 Anos Depois.    Direção: Christian Weisenborn, colorido, 97 min.

Dias 04 e 05
- A Felicidade de Emma, de Sven Taddicken (Emmas Glück). Direção: Sven Taddicken, colorido, 103 min.

Dias 06 e 07
-
Além do Azul Selvagem. Direção: Werner Herzog, colorido, 81 min.

Dias 08 e 11
- Luzes, de Hans-Christian Schimid (Lichter).   Direção: Hans-Christian Schmid, colorido, 105 min.

Dias 09 e 10

- Criação e Apocalipse.

Dia 09
-
La Soufrière. Direção: Werner Herzog, colorido, 31 min.
- Hércules. Direção: Werner Herzog 10 min, p/b.
- Fata Morgana. Direção: Werner Herzog, colorido, 79 min.

Dia 10

- Lições da Escuridão. Direção: Werner Herzog, colorido, 55 min.
- Pastores do sol. Direção: Werner Herzog, colorido, 50 min.

Dias 12 e 13

- Gespenster= Fantasmas, de Christian Petzold. Direção: Christian Petzold, colorido, 85 min.

Dias 14 e 15

- Pingpong, de Mathias Luthardt. Direção: Matthias Luthardt, colorido,  89 min.

Dias 16 e 17
- O início e o fim da linguagem

Dia 16
-
Últimas Palavras. Direção: Werner Herzog, p/b, 13 min.
- O país do silêncio e da escuridão. Direção: Werner Herzog, colorido, 85 min.

Dia 17
-
How much wood would a woodchuck chuck.             Direção: Werner Herzog, colorido, 45 min.
- A pregação de Huie. Direção: Werner Herzog, colorido, 42 min.
- Fé e moeda. Direção: Werner Herzog, colorido,  44 min.

Dias 18 e 19

- As Crianças do Clarão da Lua, de Manuela Stacke. Direção: Manuela Stacke, colorido, 87 min.

Dias 20 e 21

- Fata Morgana, de Werner Herzog. Direção: Werner Herzog, colorido, 79 min.

Dias 22 e 25 - Entardecer, de Angela Schanelec (Nachmittag). Direção: Angela Schanelec, colorido, 97 min.

Dias 23 e 24
- Guerreiro e Perpetador

Dia 23

- Medidas Contra Fanáticos. Direção: Werner Herzog, colorido, 12 min.
- A defesa sem Precedentes do Forte Deutschkreutz.            Direção: Werner Herzog, p/b, 15 min.
-  Ecos de um Império Sombrio. Direção: Werner Herzog, colorido, 87 min.

Dia 24
- O Pequeno Dieter Precisa Voar. Direção: Werner Herzog, colorido, 80 min.
- Balada de um Pequeno Soldado. Direção: Werner Herzog, colorido, 45 min.

Dias 26 e 27

- Território Liberto, de Nobert Baumgarten (Befreite Zone)
Direção: Norbert Baumgarten, colorido, 93 min.

Dias 28 e 29

- Crazy, de Hans-Christian Schimid. Direção: Hans-Christian Schmid, colorido, 95 min.

Dias 30 e 31

- Decolagem e Queda

Dia 30 -

O grande êxtase do entalhador Steiner. Direção: Werner Herzog, colorido, 47 min.
-  O diamante branco. Direção: Werner Herzog, colorido, 88 min.

Dia 31
-
Gasherbrum. Direção: Werner Herzog, colorido, 45 min.
- Além do azul selvagem. Direção: Werner Herzog, colorido, 81 min.


Serviço:
Retrospectiva de Werner Herzog + Ficção Alemã
Data: 2 a 31 de julho de 2011
Sessões: - 12:30, 15 e 20 horas, todos os dias.
Local: Goiânia Ouro - Cinema
Endereço: Rua 3, esquina com Rua 9, Centro - Goiânia
Entrada: R$ 1,00

III Seminário Conexões ´Deleuze e Arte e Ciência e Acontecimento e...

III Seminário Conexões ´Deleuze e Arte e Ciência e Acontecimento e...´
de 16 a 18 de agosto de 2011
Local: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Unicamp

Organização:

Grupo Olho – Laboratório de Estudos Audiovisuais (Faculdade de Educação/CNPq)
Grupo multiTÃO – prolifer-artes sub-vertendo ciências e educações (Labjor/CNPq)
Dis - Diferenças e Subjetividade em Educação (Faculdade de Educação/CNPq)

Promoção:
Programa de Pós-Graduação em Educação
Faculdade de Educação (FE-Unicamp)

Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (MDCC)
Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor-Unicamp)
Instituto de Estudos da Linguagem (IEL-Unicamp)

Projetos de pesquisa:
Escritas, imagens e ciências em ritmos de fabul-ação: o que pode a divulg-ação científica?
(Proc. CNPq n. 478004/2009-5)
A quem será que se destina? Imagens e palavras pós-estruturam a escola
(Proc. CNPq n. 401180/2009-3)

Apoio:
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (Capes)
  

Apresentações livres

Haverá, no III Seminário Conexões: ‘Deleuze e Arte e Ciência e Acontecimento e ...’, um espaço para apresentações livres. Nestes blocos, os que têm interesse em apresentar seus trabalhos (acadêmicos ou não) que versem sobre o tema geral do evento poderão discutir suas ideias, pensamentos, criações artísticas e em outras linguagens, experimentações, argumentos, performances, e....

Para se inscrever para fazer uma apresentação livre, basta enviar uma mensagem para seminario.conexoes@gmail.com indicando o nome completo (da pessoa ou grupo que vai se apresentar), seu e-mail, vínculo de trabalho ou estudo, e escolhendo o dia em que quer fazer sua apresentação. Há três datas/horários possíveis: 16/08 (das 17h00 às 18h30), ou 17/08 (das 9h00 às 10h), ou 18/08 (das 9h00 às 10h). As apresentações devem ter a duração de, no máximo, 15 minutos.

A inscrição é gratuita e não haverá avaliação prévia dos trabalhos, mas as vagas são limitadas: no dia 16/08, poderão ser apresentados até 18 trabalhos; e nos dias 17/08 e 18/08, até 04 trabalhos em cada sessão. Sendo assim, seguiremos a ordem de inscrição pelo e-mail.

O período de inscrição dos trabalhos será de 08 de julho a 09 de agosto de 2011.
Neste sábado, dia 02 de julho, a Salamandra do Fogo lança sua nova coleção: DO SOL À CHUVA!

Para os que conhecem e os que não conhecem a marca, vale a pena conferir essa nova coleção com peças que encantam a todos a primeira vista!


O Evento começa às 4 horas da tarde e deve acabar às 8 horas da noite. Na sequência vocês poderão prestigiar mais do Casulo Moda Coletiva no Tatoo Rock Fest.




No Casulo Moda Coletiva
Rua 3, n. 546, Centro - Goiânia - Goiás - Fone: (62) 3087-3927
na Fábrica Cultura Coletiva - ao lado da Renault

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Dica de Exposição

Lençóis Esquecidos no Rio Vermelho

Foto de Paulo Rezende: cenários goianos com intervenções de Selma Parreira
Foto de Paulo Rezende: cenários goianos com intervenções de Selma Parreira 

Foto de Alois Feichtenberger: cenários goianos com intervenções de Selma Parreira
Foto de Alois Feichtenberger: cenários goianos com intervenções de Selma Parreira 

Uma instalação da artista plástica Selma Parreira sobre o trabalho das lavadeiras da cidade de Goiás pode ser vista a partir de amanhã no Museu da Imagem e do Som de Goiás (MIS), na Praça Cívica. O vernissage de abertura será hoje, às 19 horas. Intitulada Lençóis Esquecidos no Rio Vermelho , a obra é fruto de uma pesquisa que a artista realizou junto às lavadeiras da antiga capital, que ficaram conhecidas por lavar roupa no Rio Vermelho, manancial onde elas também secavam em varais peças de vestuário, roupa de cama, entre outros.

Selma Parreira, que iniciou sua trajetória artística em 1980 com gravura e pintura, transitou para a fotografia e, recentemente, para a intervenção urbana. Ela explica que a mostra reúne, além da instalação com peças como bacias, lençóis e outros apetrechos usados pelas lavadeiras, um video-documentário realizado em 2009 - época de sua pesquisa - com depoimento de lavadeiras e moradores da cidade de Goiás.

Selma Parreira acrescenta que escolheu lançar a mostra no MIS porque foi lá que ela iniciou sua pesquisa, a partir de fotografias antigas do pioneiro Alois Feichtenberger. "A exposição incorpora nove imagens em preto-e-branco deste fotógrafo que tão bem retratou a paisagem da velha capital. Outras seis fotos de minha intervenção urbana sobre as lavadeiras também integram a exposição", explica Selma Parreira.

Cotidiano

A pesquisa da artista, que é professora da Faculdade de Artes Visuais da UFG e diretora da galeria da FAV, registra e discute de forma poética as transformações ocorridas na vida cotidiana das cidades. Além da instalação, o foco da mostra vai para as fotografias, expostas em grandes formatos, que revelam cenas do cotidiano do início do século 20 e, também, em imagens coloridas, a paisagem do Rio Vermelho em 2009, durante a intervenção da artista na cidade de Goiás.

Imagens de mulheres lavando roupas no Rio Vermelho, uma atividade comum em várias cidades e vilarejos brasileiros que se extinguiu ao longo do tempo, foram alvo das lentes do fotógrafo Alois Feichtenberger. Em fotos preto-e-branco, ele documentou a cidade vilaboense entre 1930 a 1950, numa obra que integra o acervo do Museu da Imagem e do Som de Goiás. O acervo conta ainda com registros de Dom Candido Penso, bispo italiano e fotógrafo que viveu em Goiás e cedeu suas imagens para coleção do Museu de Arte Sacra da Boa Morte, em Goiás.

Além das fotos da intervenção urbana de Selma Parreira, as fotografias recentes em imagens coloridas datadas de 2009 são assinadas pelos fotógrafos Paulo Rezende e Vicente Sampaio, que registraram as alterações na paisagem do Rio Vermelho e da cidade provocadas pelo desenvolvimento urbano. Um recorte desse panorama também foi inspiração para uma proposta de videoarte que contou com a colaboração do cineasta Pedro Diniz. No ano passado, o trabalho de Selma Parreira foi apresentado em mostra coletiva no Centro Cultural Dragão do Mar. Seu projeto é fruto do edital Arte e Patrimônio 2009, uma iniciativa do Iphan / Ministério da Cultura, que contou com o patrocínio da Petrobras e o apoio da Faculdade de Artes Visuais da UFG e do Proec.

Exposição: Lençóis Esquecidos do Rio Vermelho, de Selma Parreira
Vernissage: Hoje, às 19 horas (aberto ao público)
Visitação: De amanhã até 30 de setembro
Local: Museu da Imagem e do Som de Goiás (Praça Cívica, nº2, Centro Cultural Marieta Telles Machado)
Informações: 3201-4673

Fonte: Jornal O Popular